O que atravessamos a fronteira pra ver também está aqui

Logo que planejamos uma viagem, já vem em mente um monte de lugares incríveis pra conhecer no destino. Compramos os famosos guias e começamos a montar nosso roteiro personalizado. Enchemos os dias de museus, parques, praças, ruas famosas, monumentos e mais uma infinidade de coisas que está em maior ou menor quantidade na programação dependendo do gosto de cada um.

Eu gosto bastante de visitar lugares a céu aberto quando viajo, acho a energia gostosa e sempre me encanto com a natureza e arquitetura dos espaços.  Sempre que passo por lugares desses, penso: “como seria bom ter algo assim perto de casa”. Acontece que tem. Existem lugares muito legais por aqui, mas nós nunca paramos pra conhecê-los.

Claro que nunca é exatamente igual, pois cada cidade tem sua cultura e seu charme especial. Mas aqui em São Paulo existem muitas coisas que merecem ser vistas e eu comecei o plano de visitar aqui tudo que vou ver lá fora.

Comecei por um lugar que vi fotos na internet e achei maravilhoso, mas nunca tinha colocado meus pés nele, o Jardim Botânico!imagem 1 jardim botanico

O lugar é uma graça e me apaixonei profundamente por ele. Um espaço amplo e bem cuidado, cheio de arvores, plantas, lagos e um visual delicioso. Como estamos no meio do inverno, não tinham muitas flores, mas pretendo repetir o passeio na primavera.

Calmo e tranquilo, é um espaço muito gostoso pra passar um dia de sol –tive a sorte de pegar sol, mesmo com o frio- e fazer um picnic, andar com a família e até sentar na grama e curtir a companhia da natureza, dos amigos e até a sua própria. Não existem palavras que descrevam bem as imagens que vi, por isso nada melhor do que vocês verem as fotos que tirei!imagem 2 jardim botanicoimagem 3 jardim botanico

Além do espaço aberto, existe uma trilha que leva a nascente do rio Ipiranga, que no momento está bem sequinha. Uma estufa com algumas espécies de plantas (essa parte não estava muito bem cuidada) e um pequeno museu com as sementes, folhas e curiosidades da flora.

Lá não é um espaço pra esportes nem animais, pra manter a segurança e tranquilidade no local. Mas é permitido fazer coisas que dificilmente conseguimos em outros parques da cidade, como montar um picnic com musica, desde que seja num volume que não atrapalhe os animais que vivem no local. Curtir um momento tranquilo com a família e os amigos, ou até tirar fotos especiais. Nas quatro horas que estive lá, vi pelo menos 5 ensaios com mulheres gravidas.

Outra surpresa que tive no Jardim Botânico foi o restaurante. Só existe um no local, mas a qualidade é ótima. Além de mesinhas a céu aberto, mas como uma leve cobertura de tiras de madeira pra ninguém torrar quando fizer sol, a comida em si é deliciosa, um quilo cheio de opções e bem mais saboroso do que muita comida de shopping ou de rua.

Achei um passeio surpreendente, quando vi as fotos não imaginei que seria dessa forma. Além de tudo é bem econômico, o valor de entrada é 5 reais e o estacionamento 8, então não pesa no orçamento de ninguém.  Dá pra passar um dia inteiro lá curtindo a natureza e dando um tempo da loucura da cidade grande.

Esse foi o primeiro passo do meu plano de conhecer melhor SP, conforme for visitando novos espaços, vou contando aqui no blog!

4 ideias sobre “O que atravessamos a fronteira pra ver também está aqui

  1. Luciana

    Lilian,
    Adorei o post! Nossa cidade está cheia de coisas legais!
    Eu amo o Jardim Botânico, é lindo e bem cuidado! E o restaurante tbm vale a pena!
    Costumo levar meus alunos lá e eles amam!
    Bjsss

    Responder
    1. Lilian Rossini Autor do post

      Oi Luciana,
      Eu nunca tinha ido, achei incrível! A ideia de começar a criar um roteiro de SP começou exatamente quando entrei no Jardim Botânico e percebi o quando era bonito e que nossa cidade deve ter muitas outras coisas que merecem ser visitadas que eu nunca fui, mas sempre coloco lugares semelhantes no roteiro de viagens!
      As crianças devem amar mesmo, pra elas deve ser ainda mais divertido!
      beijoos

      Responder
  2. Luciana Simmenauer Suzuki

    Li, que legal que você foi ao jardim Botânico, da próxima vez me chama pra ir também, rs, eu moro muito perto de lá, ou então vem nos visitar! Li, tem uma coisa que acho que você não sabe e acho interessante saber: no meio da semana você pode ir almoçar no jardim botânico sem pagar estacionamento, nem entrada, basta chegar no horário do almoço e dizer no estacionamento que irá almoçar no restaurante deles, daí você almoça, dá uma pequena volta e vai embora. Não pode ficar muito tempo, acho que tem duração de 1 hora, mas vale a pena pra quem quer só ir almoçar em um lugar bem bonito e curtir um pouco da natureza. Isso vale somente para dia de semana, ok? Depois você só checa se essa informação ainda é válida, pois já faz um tempinho que eu não vou lá. Bjinhos pra você. Adorei o post!

    Responder
    1. Lilian Rossini Autor do post

      Oi Lu,

      Não sabia dessa dica do almoço não, muito legal!! Com certeza podemos combinar um dia pra ir fazer um picnic, a Mari e o Fernando vão adorar! Assim que ficar um pouco mais quente nós marcamos um dia.

      Beijos

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *