Arquivo da tag: bar

Barbearia Corleone

E não é que as redes sociais funcionam?!hahaha. Faz uns dias que sei lá porque encontrei um Insta muito legal chamado Barbearia Corleone. Achei interessante, comecei a seguir e esqueci. Então meu namorado comentou que precisava cortar o cabelo e queria um lugar novo porque não estavam acertando bem o corte onde ele costumava ir. Foi aí que lembrei da tal barbearia do Instagram e falei que poderia ser uma boa. Ele resolveu testar e marcou um horário no sábado. Eu, como companheira curiosa e louca por novidades, fui junto. Resultado: nunca me diverti tanto indo cortar o cabelo, isso porque só fui pra olhar!imagem 1 barbearia corleone

Com horário marcado, chegamos pro corte e percebemos que tínhamos acabado de entrar numa barbearia com estilo diferente. Pertinho da recepção haviam duas cadeiras próximas as janelas com clientes fazendo a barba. Pegamos o nosso numero e entramos num ambiente que mais parecia um bar do que uma barbearia.imagem 2 barbearia corleone

Cheio de mesinhas, cadeiras e sofás, o clima era super aconchegante. Encontramos dois bancos no bar e comecei a observar o espaço, todo decorado com peças legais, tipo quadros, tennis, bicicletas, motos e até uma banheira de cerveja! Por falar em cerveja, uma das paredes da barbearia é lotada de garrafas, são 450 rótulos que podem ser degustados ali ou levados pra casa.imagem 3 barbearia corleoneimagem 4 barbearia corleone

Um garçom de aproximou trazendo o chopp cortesia que meu namorado ganhou com o corte e nos trouxe o cardápio. Além das cervejas, tinha varias opções de petiscos, lanches, pratos e até doces. Eu tinha acabado de tomar café da manha, então não provei nada, mas voltarei lá em breve só pra comer.=Pimagem 5 barbearia corleone

Esperamos uns 10 minutos e ele foi chamado para próximo das janelas onde ficam mais seis cadeiras para os clientes que estão lá pra cortar o cabelo, fazer a barba ou até mesmo os pés e as mãos.

Com exceção da recepcionista, os funcionários são todos homens, mantendo aquela sensação de refugio masculino. Apesar de muitas mulheres estarem lá pra acompanhar, o lugar tem aquela cara de coisa de homem.

Enquanto meu namorado cortava o cabelo, fiquei espiando os detalhes da decoração e vendo como era o atendimento. Adorei tudo que encontrei lá e vi que muitos clientes chegavam pra cortar o cabelo e iam embora, outros aproveitavam pra almoçar ou tomar uma cerveja com os amigos e ainda tinha uma galera que tava lá só pra comprar as garrafas e levar pra casa.imagem 6 barbearia corleone

Passei umas duas vezes pra ver como estava ficando o corte e percebi que os barbeiros são super bem humorados e deixam os clientes bem a vontade, desde os mais jovens (vi um garotinho que devia ter uns 8 anos) até os mais velhos. Além de se divertirem entre eles, uma hora rolou até uma musica dos Mamonas Assassinas!

No final o cabelo ficou ótimo e meu namorado disse que pretende voltar muitas vezes. É uma boa pedida pra quem quer arrumar o visual pras festas ou curtir um programa bacana, já que logo na entrada dá pra ver que o lugar é diferente de qualquer salão, todo temático e cheio de diferenciais, o tempo que o cliente passa por lá é sem duvida uma experiência divertida. Posso dizer que essa foi uma daquelas poucas vezes na vida que eu tive vontade de ser homem. =P

Ilha das Flores

Sabe aquele lugar que você sempre passa na frente e toda vez diz que precisa conhecer, mas nunca vai? Isso aconteceu comigo e com o Ilha das Flores durante muito tempo, praticamente toda vez que eu saia da marginal para pegar o túnel da avenida JK. Pois esse fim de semana eu resolvi parar e conferir o que tinha naquele lugar aparentemente agradável e que eu nem sabia o nome.

Meio escondido, quase que criando uma praça particular está o restaurante e bar que pode ser achado facilmente pelos milhões de carros na porta. Mas isso não quer dizer necessariamente um lugar lotado. Os manobristas são super gentis e atenciosos, sabem qual é o seu carro mesmo sem te dar um ticket e você não precisa pagar nada por isso, somente dar uma caixinha, se quiser.

Logo na entrada nos deparamos com umas mesas externas, onde as pessoas ficam quase ao ar livre e podem levar seus bichinhos para a refeição. Mas entrando na parte refrigerada, que nesses dias é fundamental, encontramos um lugar aconchegante, bem iluminado e com carinha de luxo simplificado.imagem 1 ilha das flores

O cardápio é bem enxuto, porem com uma ótima seleção, oferecendo massas, saladas, carnes, frutos do mar e até petiscos pra quem quiser fazer um HH. Fiquei babando na porção de pastel da mesa ao lado!  imagem 2 ilha das flores

Acabei escolhendo um prato que sempre tive vontade ao ver filmes e series americanas, mas nunca tinha provado, o famoso mac and cheese. Não tenho nenhuma referencia sobre esse prato em outros lugares, mas achei sensacional, parecia macarrão com fondue de queijo!!

Mas a melhor surpresa foi a sobremesa! Após pedir a torta de chocolate que tinha acabado, fomos informados sobre uma novidade que ainda não faz parte do cardápio: a torta de chocolate e marzipan, é incrível, um dos melhores doces que comi!

O Ilha das Flores também tem toda a parte de bar, essa não cheguei a experimentar, mas com certeza vou voltar outras vezes pra provar os pasteis e muitas outras coisas, além de garantir mais um pedaço de sobremesa!!

 

PS: fotos do site do Ilha das Flores e de artistas desconhecidos

Lil’ Square

Achar um bar pra ser fiel é extremamente complicado. Normalmente os lugares tem fases e depois de umas 3 visitas já está na hora de partir pra outro. Quando damos a sorte de encontrar uma raridade dessas nos apegamos e até começamos a chamar o lugar de nosso, porque realmente nos sentimos partes daquele cantinho. Finalmente achamos (minhas amigas e eu) o tal do “nosso” bar, o nome, Lil’Square!imagem 1 lil square

Esse bar é daqueles que começou tímido próximo a uma vilinha, mas que aos poucos vem se tornando preferencia de muita gente. Localizado no bairro dos Jardins, próximo a Avenida Nove de Julho, ele fica em uma casinha que passa quase despercebida, com uma entrada para uma pequena vila ao lado. Talvez a graça seja exatamente essa, um lugar aconchegante e com a sensação de estar no meio de amigos no coração da cidade.

Só para maiores (até pedem RG na porta), o ambiente é sensacional! Cheios de mesas desiguais, algumas redondas e outras estilo sofazinho. Com almofadas gostosas e decoração bem moderninha misturada com um toque de simplicidade faz a parte interna do bar a melhor pedida pra quem quer aproveitar a comida, assistir a um jogo na tv ou conversar só com os próprios amigos. Detalhe que tem um DJ que comanda um som agradável e animado, mas nada tão alto que impeça os clientes de se comunicarem.imagem 2 lil square

Já na parte externa, que tem entrada para a tal vilinha é que a festa acontece. Com varias mesas e um pouco de espaço pra sempre acomodar mais um (sim, eles sempre conseguem encaixar mais alguém em algum cantinho) e totalmente a céu aberto, para a alegria dos fumantes, fica a parte mais movimentada da casa. Lá é possível curtir com seus amigos e até fazer amizades novas, nós mesmas já fizemos.imagem 3 lil square

A comida é excelente, com um cardápio bem enxuto, todos os pratos que já provei são dignos de repetir, principalmente as famosas batatas com maionese e a bruschetta. As bebidas também são ótimas, desde os drinks tradicionais até algumas coisas mais exóticas. O bar fica bem na porta, o que é ótimo pra pegar uma bebida na entrada ou saída, mas os garçons sempre levam o que os cliente pedem na mesa, ninguém precisa ir até o bar.imagem 4 lil square

O banheiro é uma extensão do ambinente e faz parte da diversão. Apesar de ter o símbolo de feminino e masculino nas paredes próximas, ninguém liga muito pra isso e se diverte escrevendo e desenhando nas paredes dos banheiros que são feitas de lousa. Cada vez é uma nova decoração! O mesmo acontece na entrada, onde o bar sempre divulga a programação do dia.imagem 5 lil square

Os funcionários são super simpáticos e atenciosos, no inverno até oferecem uma mantinha para os clientes que estão com frio. E sempre dão aquele jeitinho ninja de caber mais gente até quando o bar está lotado.

Ufa, esse post ficou grande! Mas o Lil’ Square merece, é realmente o “nosso” bar! Vale muito a pena conhecer.

 

PS: todas as fotos são do facebook do Lil’ Square. Tentei pegar imagens sem foco em pessoas, mas se alguém se sentir incomodado em aparecer é só avisar que a imagem será retirada.