Arquivo da tag: salto alto

Você usa salto alto? Porque?

No post da semana passada eu comentei que durante esse tempo que passei sem escrever, muitas coisas haviam mudado no meu modo de lidar com a vida e com a moda, uma delas foi o salto alto. Nunca fui adepta dos saltos super altos, aqui no meu armário só tinha salto de no máximo 10 cm, mas ainda assim, eles me machucavam. Cada vez mais eu evitava usa-los, por mais incríveis que fossem, porque eu sempre acabava o dia com bolhas nos pés e aquela sensação maravilhosa de pisar no chão que só as mulheres conhecem depois de algumas horas no salto.

Então comecei a pensar porque eu usava aqueles sapatos, mesmo que esporadicamente. E a única conclusão que cheguei foi que eu usava por pura pressão social. Nesses dois anos que eu andei afastada do blog, muita coisa mudou, ainda bem! Agora estamos parando pra observar e entender que não somos obrigadas a nada, nem a depilar, nem a usar make, nem a emagrecer, nem a usar salto, entre tantas outras coisas. Alguns desses novos conceitos de liberdade ainda causam estranhamento na minha cabeça, mas salto com certeza não é um deles. E por trabalhar com moda, o peso dessa imagem de Barbie perfeita é ainda maior, mas deve partir da gente que trabalha nesse mundo, recusar as bizarrices que ele carrega e levar mais leveza e autoestima pras pessoas que consomem tudo isso.

Todo ano eu faço pelo menos duas limpas no meu closet, uma no verão e uma no inverno. Em um desses processos eu decidi que todos os meus saltos altos, sem exceção, iriam embora. Ficaram aqui apenas flats e alguns saltos baixos, gordinhos e de fato confortáveis, que não causam as sensações que descrevi lá no começo do texto. No começo foi estranho, parecia errado desapegar de todos, eu achava que com certeza iria precisar deles e acabaria comprando novos sapatos. Mas segui meu desejo e mandei todos embora. E não é que eles não fizeram falta alguma! Depois desse processo, fui em eventos de trabalho, festas e até casamento, todos eles de sapatilha ou de salto baixo e grosso. Eu simplesmente amei, continuei me sentindo bonita e em nenhum momento precisei sentar ou arrancar o sapato e encapar o pé com band-aid.

Foto dos meus sapatinhos feita por mim

Essa experiencia foi muito libertadora e prometi pra mim mesma que nunca mais terei saltos altos, eu não mereço esse sofrimento e a moda pode ser interessante, divertida e bela sem causar dor e desconforto.

Agora levo esse desafio pra vocês, pensem no motivo de vocês usarem saltos altos, mas pensem de verdade. Se você usa porque gosta e os seus pés já calejaram e não sentem as dores desse glamour, tá ótimo, continue usando e sendo feliz. Mas se você é como eu e só usa porque mulher “precisa” usar salto em determinadas ocasiões, repense esse discurso, você não precisa usar salto se não quiser, nem pra ser mais bonita e feminina e nem pra ser mais elegante. E se alguém no seu trabalho te obriga a usar saltos, converse com eles e mostre que esse conceito está muito ultrapassado.

Moda é um movimento cultural e cabe a ela acompanhar o tempo em que estamos vivendo, felizmente estamos dando um basta em muitas atitudes e comportamentos que nos foram impostos desde sempre, e cabe a nós mostrar que daqui pra frente, só vamos carregar o que nos faz sentido, inclusive o tamanho dos saltos em nossos pés.

Nunca Pensei – Como Usar Calça Estampada no Trabalho

Meninas, bem vindas a mais um Nunca Pensei!! Essa semana tem um gostinho especial porque recebemos a nossa primeira peça de cliente! A Nicole comprou essa calça flare estampada e sempre usa com a mesma blusa. A calça chegou aqui no Compras com Estilo e vai ser a nossa peça base durante a semana pra mostrar muitas opções e ocasiões pra tirar essa lindeza do armário!IMG_4095

Mesmo sendo estampada, ela pode te acompanhar nos dias de trabalho! Pelo fato dela ser de malha, a dica é super valida pra quem tem um emprego mais tranquilo e sem exigência de social.IMG_3753

Pra dar um ar mais serio pro look, escolhi combinar a calça da Nicole com uma camisa de crepe bem soltinha e fluida, que foi usada com uma regatinha pra não ficar transparente.  Como a nossa peça base da semana é marinho com branco, resolvi aproveitar o tema navy e juntar ela com uma camisa branca.IMG_3762IMG_3759 IMG_3767

Seguindo o tema, a bolsa tem tons de vermelho e branco! Vocês podem ver que a bolsa também é estampada, mas não briga com a estampa da calça porque ambas seguem a mesma temática e tem o branco em comum. Pra ter uma carinha mais social, a bolsa é de couro e mais estruturada.IMG_3719

Pra terminar temos acessórios prata e dourado, já que os metalizados vão muito bem no estilo. O salto prata velho entra pra dar mais elegância no visual e o colar curtinho com formato divertido aparece pra brincar com referencias mais modernas nesse look.IMG_3772IMG_3757

Não percam nossos próximos looks com a  calça da Nicole como estrela da semana! E se você ficou com vontade de ver a sua roupa por aqui também, é só mandar pra gente!!

 

Fotografado por Tv Lacuna

Flores by Flowers and More

 

De onde são essas peças?

-Calça: Forever 21

– Camisa: Zara

– Regata: H&M

– Sapato: Santa Lolla

– Bolsa: kate Spade

– Colar: Forever 21

Vamos descer do salto?!

Salto é lindo, é chic e é elegante, mas em toda a minha vida só encontrei uma mulher que dizia se sentir confortável de salto e não de sapatos baixos. Até hoje eu me pergunto se esse conforto que ela dizia ter era emocional ou físico, aposto que era psicológico.

Essa semana vimos dois eventos muito sérios sobre o uso de saltos altos: O da garçonete canadense com os pés extremamente machucados por ser obrigada a usar sapatos altos no trabalho. E as atrizes no tapete vermelho de Cannes descalças e com seus saltos grifados nas mãos como forma de protesto.imagem 1 descendo do saltoimagem 2 descendo do salto

O dress code manda usar salto em festas e eventos sociais e corporativos e quem não quer seguir a regra é vista como desleixada. Mulheres, nós conseguimos nos livras dos espartilhos ha muito tempo, como ainda continuamos escravas dos saltos?

Não acho nem que essa seja uma questão apenas de feminismo – pois o dress code corporativo masculino também é uma crueldade no verão – mas sim algo relacionado a aceitação do conforto de mãos dadas com a moda e com a elegância. Nos livramos de muitas “tendências”  dolorosas ao longo da história, está mais do que na hora de descer do salto e abrir os olhos para novas formas de mostrar refinamento em eventos chics, pois nada é mais estupido do que sentir dor em nome de algo que deve trazer felicidade, no caso, a moda!

 

Fonte:

Imagem 1: Facebook de Nicola Gavins

Imagem 2: Instagram @nohangersbarred