Arquivo da tag: shopping cidade jardim

Ralph Lauren Brasil

Conhece o térreo do Shopping Cidade Jardim? Aquele mesmo, onde parece que estamos andando no paraíso e sonhamos com o dia de poder comprar pelo menos uma sacolinha de cada marca presente alí? Pois bem, esse andar fabuloso foi o escolhido pela Ralph Lauren para abrir sua primeira loja no Brasil.imagem 1 ralph lauren

Demorei um pouco pra conhecer, mas valeu a pena e saí de lá encantada com os produtos, a equipe e o visual da marca. Tudo pensado nos mínimos detalhes, a loja tem um ambiente incrível. Do lado esquerdo fica a coleção feminina, e do direito a masculina. No meio das duas existe um bar exclusivo só pra os clientes aproveitarem os drinks enquanto fazem compras.imagem 2 ralph laurenimagem 3 ralph laurenimagem 4 ralph lauren

Sobre as coleções, só tenho a dizer que o mix é sensacional e cada produto tem o seu cantinho especial. Em ambos os sexos, uma parte é reservada para as peças clássicas de uso cotidiano, outra seção é focada nas roupas mais elaboradas para usos especiais. Existe também a área dos sapatos, onde praticamente um closet foi criado para expor todas as opções de pares femininos e masculinos, cada um em seu espaço, claro.imagem 5 ralph laurenimagem 6 ralph laurenimagem 7 ralph laurenimagem 8 ralph lauren

Além de roupas incríveis, o que me chamou atenção foram os acessórios e peças de decoração. No caso das bolsas, descobri que apenas uma de cara cor por modelo é enviada para a loja, então o produto é praticamente exclusivo, já que em território nacional ninguém vai comprar uma exatamente igual a sua.imagem 9 ralph laurenimagem 10 ralph lauren

Muita gente olhou pra essa loja e pensou nos produtos da Polo, porém, essa loja é da Ralph Lauren, marca de luxo da empresa. Existe a opção das famosas camisas polo na loja, mas são uma linha premium do produto, feita de tecidos nobres e preços compatíveis.

Falando em tecidos, esse é um ponto que pra mim é fundamental numa marca desse porte e a Ralph Lauren é mestre em levar ao cliente os melhores tecidos do universo, daqueles que a gente toca e sente um pedaço de felicidade em forma de roupa.

Outra ideia incrível é que eles têm áreas super exclusivas para clientes que desejam um atendimento personalizado, um provador digno da realeza, que fica escondidinho no setor feminino e tem todos os mimos pra deixar a experiência ainda mais especial. Esse cantinho vocês podem conhecer comigo quando formos à loja!

Adorei conhecer ao vivo a Ralph Lauren, o espaço é realmente incrível e merece ser visitado, nem que seja só mais um passeio pelo corredor dos sonhos do Cidade Jardim!

A moda do raio gourmetizador

Desde o ano passado faço duas resoluções de ano novo, uma para mim e outra para a empresa. Em 2015 tenho muitas ideias pro Compras com Estilo, uma delas é retomar o blog diariamente ou pelo menos com mais frequência do que andei fazendo no ano passado. Comecei com atraso porque confesso que estava super babona com a matéria da Band  que passou na tv e quis deixar ela uns dias no topo. Mas agora vamos voltar aos outros assuntos. Resolvi começar por um que tem sido muito falado e perguntado pra mim, o tal do raio gourmetizador que tem invadido São Paulo, não só na comida, mas nos produtos em geral.imagem 1 moda do raio gourmetizador

Resolvi falar sobre o tema porque ontem eu fui ao Shopping Cidade Jardim conhecer o Food Hall, um espaço localizado na cobertura do shopping que traz uma ideia um pouco diferente do conceito de praça de alimentação. Cheio de marcas conhecidas e algumas iniciantes, o visitante pode escolher levar as comidinhas do andar de baixo para casa ou comer na hora no andar de cima. Alguns produtos são legais e diferentes, mas algumas coisas são realmente abusivas, como um punhadinho de pipoca (palavras de um amigo que resolveu provar o doce com sabor de churros) no valor de R$12,00 , e não era um saco de pipoca, nem um balde de pipoca, mas sim um papel enrolado em forma de cone que na minha visão não deve passar de 150g. Sobre o andar de cima, é interessante e bem mais vazio do que as praças de alimentação tradicionais de outros shoppings,  a maioria das “barraquinhas” são um misto de restaurante com garçons e fast-food. Achei o conceito interessante, gastei menos do que em um restaurante e mais do em uma praça de alimentação convencional, mas esperava um pouco mais da experiência.

Esse é o problema dessas coisas gourmetizadas, as pessoas vão em busca de experiências interessantes e diferentes, mas nem sempre encontram e ficam com a sensação de simplesmente jogar dinheiro fora, pagando bem mais do que o programa de fato vale.

Ultimamente o setor de alimentação tem sido o alvo desses famosos “raios”, mas isso também acontece com as roupas, os móveis, os apartamentos e tudo que está ao nosso redor, o que acaba gerando um sentimento de revolta, pois muitas vezes as pessoas ficam em duvida no que vale a pena investir mais dinheiro e o que só é jogada de marketing para preços abusivos.

Vivemos em uma cidade cara, não tem como negar, mas ainda assim é importante perceber onde vale a pena investir e o que não merece nosso querido dinheirinho. Existe muita coisa bacana, com matéria prima de qualidade e feita direitinho que merece o que custa, mas também tem muito trambique e enrolação, o jeito é pesquisar e procurar entender o que são, de fato, os produtos e as marcas antes de abrir a carteira. É impossível fazer uma lista do que vale e do que não vale, até porque isso varia de pessoa pra pessoa e do que cada um gosta de fazer com seu orçamento. Muitos preferem gastar com comida, outros com viagem ou roupas. Meu papel como personal shopper é ajudar cada um a diferenciar seus itens especiais que valem cada centavo dos apenas gourmetizados que não merecem investimento.

Stila e sua super maquiadora

Sei que ultimamente falei bastante sobre cosméticos e maquiagem. Já que o assunto faz parte de um bom visual e ajuda muito na hora de mostrar ao mundo nosso melhor “eu”, resolvi fazer um intensivão sobre vários produtos e marcas e estou aproveitando as oportunidades de aprender mais sobre esse universo tão fascinante!

Esse sábado, fui convidada pra um evento na Sephora Cidade Jardim, onde cada uma agendava um horário e seria atendida pela maquiadora internacional da Stila, podendo ter meia hora de total atenção da Sulema, uma querida e fofa que veio da Califórnia pra dividir seus conselhos com a gente!

Cada uma que sentava na cadeira conversava com ela sobre o que gostaria de aprender. Eu pedi um make natural, que pudesse usar pra trabalhar e que tivesse o foco nos meus olhos, já que gosto mais deles do que da minha boca. Mas como cada cliente pedia uma coisa diferente, foi legal observar outras técnicas nas meninas que estavam na minha frente. Mesmo com a hora marcada, deu uma atrasadinha, mas valeu suuuper a pena esperar.imagem 1 stila e sua super maquiadora

Aí foi a hora de treinar o inglês, já que tanto Sulema, quanto sua assistente Ruth não falam português. Foi legal e fiquei feliz em perceber que eu consegui me comunicar sobre o assunto (maquiagem) em inglês, o que será ótimo pros meus cliente do tour internacional. Mas a Sephora disponibilizava maquiadores da loja pra ajudar caso as clientes não conseguissem se comunicar no idioma.

Mas voltando ao assunto… aproveitei pra contar pra ela que sempre tive muita curiosidade pra testar aquele primer de três cores todo em espiral, mas sempre tive preguiça de tirar toda a maquiagem pra experimentar, então foi o momento certo, já que tiramos tudo que estava no rosto pra fazer uma maquiagem completa.imagem 2 stila e sua super maquiadora

Quando chegamos aos olhos, que eram o ponto focal da minha maquiagem, descobri umas coisinhas novas – o legal da maquiagem é que por mais que a gente saiba sobre o assunto, sempre descobrimos novas maneiras de usar os produtos- como usar um lápis marrom a parte de dentro do olho, abaixo dos cílios superiores, e usar outro lápis bem clarinho na parte inferior, assim os olhos parecem maiores.

Outra dica bacana foi fazer pequenos Cs com a sombra clara no centro do olho, criando um novo jeito de fazer ponto de luz. Mais uma dica que adorei e não sabia, foi fazer um esfumado bem forte, apesar do meu olho ter sido mais neutro e sem muito drama, afinal pedi um make dia a dia, ela me contou que se eu quisesse fazer algo mais noturno, era só molhar o pincel na hora de esfumar o tom mais escuro de sombra que ficava bem perto dos cílios.

Ah, mas uma coisa que eu tava esquecendo de contar…aprendi que um bom jeito pra deixar seus olhos maiores, é  na hora de esfumar, puxar o pincel na diagonal e pra fora, não em zig zag como costumamos fazer (pelo menos eu costumava, hehe)

Chegando a minha sacolinha de compras, trouxe aquele primer incrível chamado One Step, porque achei o efeito muito bom, já que ele une a hidratação, a cobertura dos poros e um concealer, deixando a pele bem uniforme e pronta pra receber a maquiagem.imagem 4 stila e sua super maquiadora

Também trouxe o Perfecting concealer, que é um corretivo ótimo! Estava mesmo precisando de um num tom bacana pra cobrir aquelas espinhinhas chatas que às vezes aparecem. É legal falar que o corretivo que usamos nos olhos, nem sempre funcionam no resto do rosto por causa da tonalidade. No meu caso, o Fake Up da Benefit, que uso pra cobrir as olheiras, ficava meio forte pra outras áreas. Mas o shade B da Stila ficou perfeito no meu rosto!

Agarrei também o ultimo lápis Kajal eye liner cor topaz, esse a Sulema disse que ficaria ótimo nos meus olhos, mas não poderia passar em mim porque a loja só tinha um único exemplar fechado e não tinha nenhum pra provar. Aí eu respondi que se ela estava dizendo que ficaria bom e teria o efeito que eu desejava, que ela poderia abrir que eu compraria o lápis, afinal, como não confiar em uma profissional como a Sulema?! Não tinha como aquilo dar errado e achei que valia a pena o “risco”, como de fato valeu!

Por ultimo, acabei pegando um produto que inicialmente eu não tinha intenção de comprar, um batom! Tenho alguns batons bacanas, mas fazia tempo que procurava um tom de nude que combinasse com minha pele e não me deixasse apagada – não gosto muito daqueles nudes que apagam a boca, me parece cara de doente- mas encontrei o Olivia e adorei a cor, além do gostinho delicia de menta! Então achei que merecia ser levado, apesar de não ser algo que estava programado nas minhas compras, era difícil de achar algo semelhante.

E minhas compras acabaram, mas ainda ganhei outras coisinhas. A Sulema contou que cada participante podia escolher um presente e me mostrou as opções. Optei pelo lápis de olhos Purple tang, pois sei que o tom berinjela fica ótimo em pessoas de olhos verdes por fazer uma boa combinação de cores, mas nunca tive coragem de pagar por um, pois sempre preferi os tons neutros, mas achei que era a oportunidade perfeita pra testar. Também ganhei um gloss pink sugar,  que Sulema disse que ficaria muito bom com o batom!imagem 3 stila e sua super maquiadora

Agradeci muito as dicas, a simpatia, a atenção e todos os presentes! Pedi fotos e recebi até abraços e beijinhos! Achei super legal ela dizer que eu era “so sweet”! Alguém que está acostumada a trabalhar com milhões de celebridades gostar de você é uma mega massagem no ego! Hahahaha

Enfim, o evento foi ótimo, eu adorei mesmo!  Aprendi muitas coisas no meu próprio rosto, ouvi todas as dicas de uma super profissional –tanto na minha vez quanto na das outras meninas- e testei produtos ótimos que vão me ajudar bastante todos os dias. Arrasaram  Sephora  e Stila!

Vic Ceridono + Bare Minerals + Sephora = Dicas incríveis

Trabalhar como personal shopper exige muito mais do que conhecimento em roupas e harmonias. Muitas clientes precisam de uma consultoria completa, que vai além do vestuário e passa pela maquiagem e cabelos.

Sempre soube o que funcionava pra mim, e era capaz de produzir makes diversos no meu próprio rosto. Mas isso não era suficiente pra orientar outras mulheres, com peles diferentes, a fazer uma boa maquiagem. Então passei a estudar o assunto e me aprofundar no maravilhoso mundo das maquiagens. Conhecer o nome das marcas e produtos famosos é fácil. Mas não basta saber que eles existem, tem que testar e ver de perto como eles funcionam.

Uma grande ajuda para minha imersão no mundo da beleza é o blog de Vic Ceridono, o famoso Dia de Beauté. Adoro os vídeos, a simpatia e as dicas. Mas só assistir não é o bastante, a gente até pode indicar um produto que só ouvimos falar, mas pra fazer isso com propriedade e certeza, nada melhor do que testar tudo e sentir na própria pele. Então sempre que tenho a oportunidade de experimentar novas marcas e técnicas em eventos e lançamentos, vou com a maior alegria para a descoberta.

Ontem foi um desses momentos de unir o útil ao agradável, conhecer a Vic – e conseguir sentar bem na frente dela- foi sensacional! A Sephora do Cidade Jardim preparou um evento muito legal, uma Beautyclass com a Vic e a equipe da Bare Minerals. Lá vimos o passo a passo de como fazer uma boa maquiagem do inicio ao fim e aprendemos dicas incríveis. Vic fará um vídeo com tudo que vimos ontem, e assim que estiver no Dia de Beauté, coloco o link aqui pra vocês. Mas vou fazer um resuminho de tudo que aprendi e dos produtos que descobri.imagem 1 vic ceridono

A primeira parte, que foi meio chocante, foi perceber que sempre tirei de forma errada a maquiagem dos olhos, passando o demaquilante e esfregando até o panda sumir. Como a Paloma (na foto acima), profissional da Bare Minerals que estava maquiando a Vic, disse: a sua pele é malvada e tudo que você fizer com ela será, literalmente, jogado na sua cara anos mais tarde! Então o jeito correto pra evitar a vingança da pele é apoiar um algodão com demaquilante especifico de olhos abaixo dos cílios e com outro algodão, passar o demaquilante de cima para baixo. Pra finalizar e acabar com qualquer possibilidade de panda, um cotonetes pode ajudar na tarefa, mas sempre nesse sentido, e nunca como costumamos fazer.

Outra coisa que achei interessante foi ver ao vivo como funciona a base mineral e como aplica-la da maneira certa seguindo os 3 passos:  gire, dose e aplique. Isso significa colocar uma pequena quantidade de pó na tampinha do produto, girar o pincel ate que ele pegue todo o pó, dar uma batidinha pra tirar o excesso e passar no rosto. Detalhe impressionante dessa etapa foi descobrir que é pra passar o pincel no rosto com vontade, sem dó e sem medo de ser feliz! Quanto mais vezes esse processo for feito, maior será a cobertura.imagem 2 vic ceridono

Descobrir como usar os corretivos e a realçar a iluminação do olhar também foi sensacional! Comprei até um  kit com o concealer e a canetinha well-rested, que aprendemos a usar no evento. Segundo Paloma, esses produtos são a salvação da fadiga nos olhos e deixam a gente com aquela cara boa, mesmo depois de um dia cheio. O truque é aplicar da forma correta. O concealer deve ser passado nas regiões da fadiga (olheiras) e nas pálpebras com o pincel e as famosas batidinhas. Já o well-rested é responsável por uma iluminação que destaca os olhos, é só fazer pontinhos circulando a “fadiga” até o meio da sobrancelha em sua parte mais alta –vai dar pra entender melhor no vídeo da Vic- e depois dar aquelas batidinhas pra espalhar o produto.

Mais uma etapa de cair o queixo foi conhecer o Warmth, que é aquele pó mais escuro que serve pra fazer contornos. Aprendemos vários jeitos de criar contornos que valorizem o rosto, o mais incrível deles foi o 3. O 3 consiste em literalmente fazer um 3 em cada lado do seu rosto – ou um 3 e um E, se preferir – começa na testa, próximo aos fios de cabelo. Continua nas maças no rosto,  onde fica mais afundado quando fazemos aquele biquinho clássico. E termina abaixo do maxilar. Realmente é magico!! Outra maneira é usar pra afinar nariz e até como sombra. Mas vale lembrar que tem que passar pouco, ninguém quer ficar com o rosto cheio de riscos.

Outro produtinho danado é o Mineral Veil, que promete recuperar a naturalidade no caso da gente exagerar na quantidade dos outros produtos. É só usar a técnica do gire, dose e aplique e cobrir os possíveis defeitos e excessos que tenham ficado.

Pra finalizar, um produto que parece bobo só de falar, mas faz muita diferença. O High Shine é um iluminador que funciona como ponto de luz para o olhar, é só fazer um mini pontinho com o pincel no cantinho interno dos olhos. Pronto, um novo olhar!

Essas foram algumas das dicas do evento, que foi uma delicia participar! Toda a equipe é super simpática e pronta pra nos atender,  depois que a “aula” terminou, os maquiadores da Bare Minerals estavam disponíveis pra nos ajudar em qualquer duvida e a testar os produtos em nós mesmas.imagem 3 vic ceridono

Sem falar que Vic é um amor, exatamente como vemos nos vídeos! Simpática, espontânea, mestre em maquiagem e lindíssima. Foi muito legal conhece-la! Tive até um momento tiete e tirei uma foto com ela! Hehehe. Paloma também foi sensacional, fez uma maquiagem completa e nos ensinou de forma fácil como fazer todos os passos. As duas juntas responderam todas as nossas duvidas e criaram um momento interativo e divertido. Arrasaram!imagem 4 vic ceridono

Sobre a Bare Minerals, confesso que nunca tinha testado seus produtos, mas adorei a experiência e trouxe vários potinhos pra casa, alguns ganhei e outros comprei. Mas com certeza a partir de ontem, fazem parte da minha lista de indicações!imagem 5 vic ceridono

Agora chega que esse post ficou grande, mas pra finalizar, só tenho a agradecer a oportunidade e dizer que realmente adorei, foi incrível!!

Um passeio pelo Cidade Jardim

Eu adoro passear e um dos meus locais favoritos pra essa atividade são os shoppings. Muita gente acha que sou meio louca, mas amo visitar os centros comerciais e aproveitar o dia apenas passeando. Isso na maioria das vezes não está relacionado com compras, mas de ver vários dos meus locais de trabalho como outros olhos, de um jeito mais tranquilo e sem procurar nada.

Parece estranho dizer isso, mas nos dias que eu não tenho trabalho, um passeio descompromissado ao shopping me faz mais bem do que ficar em casa assistindo sessão da tarde. Esses dias resolvi revisitar um lugar que eu não ia fazia tempo sem ser a trabalho, o Shopping Cidade Jardim.imagem 1 passeio no cidade jardim

Lembro bem de quando saiu o projeto e de como eu fiquei fascinada com a possibilidade de morar no mesmo prédio de um shopping – doce ilusão dos meus 18 anos em achar que aquilo não custaria uma fortuna, hahaha – mas já fiquei imaginando como seria passar uma tarde ali.

Nesse passeio, puder ver todas as lojas em suas essências, entrar e provar peças só pra ver como é o caimento. Pesquisar coleções e reparar melhor em marcas que eu nem lembrava direito.

Além disso, andar pelos corredores frescos, sentar sob as arvores no canteiro central e comer um lanchinho gostoso também fizeram parte desse momento. O lugar é bem gostoso, mas é bom lembrar que alguns espaços são abertos, o que não é a melhor opção pra dias de chuva, o que não aconteceu naquele dia.imagem 3 passeio cidade jardim

O andar de baixo é o sonho, o paraíso das roupas pra quem não tem limite de cartão de credito. Mas, para pessoas normais que não contam com esse “simples” artificio, só de observar aquelas peças já enche o pensamento de inspirações e novidades, afinal, são daquelas marcas que surgem as inspirações de todo o resto do setor.

Nos andares superiores, vemos um mix de marcas que apresentam clássicos, novidades, estilos e preços variados. Sempre vale a pena entrar e revisitar algumas lojas e conferir suas coleções.imagem 2 passeio no cidade jardim

O passeio foi bem gostoso, e passei algumas horas num tipo de meditação fashion, só observando e curtindo o momento, aproveitando pra me dedicar às sensações e com certeza olhar de um jeito mais amplo tudo que encontro pra vocês nos dias de trabalho!